Alex Augusto Mesquita Costa

Contato: alexmesquitagtr@gmail.com

alex mesquita
Trezena
Alex Mesquita
alex mesquita
Lenda dos Gerais
Alex Mesquita
alex mesquita
Sonhos com Salvador
Alex Mesquita

Aloísio Ribeiro dos Santos

Contato: aloisiodocavaco@outlook.com

Aloísio Ribeiro dos Santos, nascido em Inhambupe em 14 de março 1944, filho de Antonio Ribeiro dos Santos e Josefa Maria dos Santos, tendo seu pai deficiente visual tocando sanfona de oito baixo e violão como fonte de inspiração, dele foi herdado a veia artística.
Começou sua vida artística com 14 anos em Alagoinhas tocando cavaquinho em programas de auto falante. Já em 1963 chega a Salvador e começa tocando em Gritos de carnaval, tocando Guitarrinha puxando Trio Elétrico, Festas em Bairro, Casas noturnas, Todos os Clubes da Cidade, Viagens para outros Estados, Fundou o Grupo de Everest, acompanhou grandes artistas como por exemplo Jamelão, Jair Rodrigues no Quiosque de Janaína e tantos outras personalidades.

aloisio do cavaco
Festa no Mar
Aloísio do Cavaco
aloisio do cavaco
Pra Sempre Ser Feliz
Aloísio do Cavaco
aloisio do cavaco
Arueira
Aloísio do Cavaco

Roberto Márcio Souza Santos

Contato: banda.metafora@gmail.com

Banda Metáfora em 1995. Possui uma personalidade musical/contextual bem definida e vem desenvolvendo um trabalho autoral versátil, voltado para a Música Popular Brasileira e a música Pop. O conteúdo do seu repertório aliado ao seu estilo é uma busca contínua da qualidade harmônica, melódica, rítmica e literária.

banda metafora
Lambe–Lambe
Banda Metáfora
banda metafora
Estrada de Ferro
Banda Metáfora
banda metafora
Arame Farpado
Banda Metáfora

Antônio Borges da Silva Nascimento

Contato: borges.compositor@hotmail.com

BORGES
Em Busca do Tempo
Borges
BORGES
Festa em Santo Amaro
Borges
BORGES
Tem Alvorada
Borges

Leandro Pessoa Dantas da Silva

Contato: bandacallangazoo@gmail.com

– Produção do Lançamento do EP Dipatchara no Teatro Gamboa Nova – Julho de 2015

– Produção e Gravação do EP Dipatchara no Estúdio Caverna do Som – Abril/Junho de 2015

– Produção do Lançamento do EP Surpresa no Teatro Gamboa Nova – Maio de 2014

– Produção e Gravação do EP Surpresa no Estúdio Caverna do Som – Fevereiro/Abril de 2015

– Produção do Lançamento do EP Brinquedo no Teatro Gamboa Nova – Maio de 2013

– Produção e Gravação do EP Brinquedo no Estúdio Caverna do Som e Pracatum – Fevereiro/Abril de 2013

– Produção e Gravação do EP Callangazoo no Estúdio Caverna do Som – Fevereiro/Abril de 2012

callangazoo
O Princípio É A Intenção
Callangazoo
callangazoo
Espero Ter Você Ali
Callangazoo

Armando Luis dos Santos Queiroz

Contato: contato@corodecor.com.br

Em tempos de nomes individuais na música popular brasileira, a banda Coro de Cor traz a música em primeiro plano. Com som essencialmente brasileiro, o grupo faz um trabalho de maneira própria que prima pela qualidade e sutileza nos arranjos.

Levando a música como forma de expressão, Geysa Maiana, Bruno Maiky e Armando Lui reúnem as suas cores únicas e dessa combinação nasce o som da Coro de Cor. Com quase oito anos de existência, vem sendo bastante elogiada pelos seus shows apresentados em Salvador e outras cidades baianas.

Lançou seu primeiro álbum independente, intitulado “Singularidades”, em outubro de 2011, com repertório predominantemente autoral, no qual também estão entre os compositores Caetano Veloso, João Donato e Carlinhos Brown. Neste trabalho, percorre desde o reggae ao samba, do ijexá ao romântico sempre explorando as vozes em seus arranjos.

Vencedor do Festival de Música da Educadora FM 2012 e 2013 na categoria “Mais Votada pelos Ouvintes”, Coro de Cor, pelo quinto ano consecutivo, é selecionada para esta importante premiação baiana com a nova canção “Reafinar”.

Desde sua formação, a banda vem trilhando festivais e eventos de música pelo Brasil quando iniciou sendo finalista do III UNIFEST (2006), organizado pela UFBA. E ao longo desse período, foi selecionada para mostrar seu trabalho autoral em diversos outros como na mostra 36º FEMUCIC – Maringá/PR; no Festival ENCUT 2013 de MPB -Taubaté/SP, no qual levou o prêmio de melhor arranjo pela música “Sertão Meu”; no 43º e 44º FENAC/MG; no 37º FEMPI – Ibotirama/BA. Por dois anos consecutivos (2012 e 2013), participou da Mostra SESC de Música da Bahia. Também foi finalista do Festival de Música da Bahia, em 2010 e 2012 e foi vencedor do Festival de Música dos Bancários da Bahia, em 2009, também com “Sertão Meu”.

Coro de Cor, por onde passa, instiga o público a colorir a vida com sensibilidade, poesia e ritmo.

Armando Lui
————————————————–

Natural de Amargosa/BA, Armando Lui teve como primeiro instrumento o violão aos 13 anos e com o qual, após cerca de 3 anos já começava a compor suas primeiras canções.

No ano de 1993, ainda em sua cidade natal, formou sua primeira banda chamada “Som Tropical” onde começou a adotar o baixo como seu instrumento.

Atuou por alguns anos com voz e violão nos bares de Armargosa e cidades vizinhas até sua mudança para Salvador em 1998.

Já na capital baiana, reencontrando os futuros parceiros da Coro de Cor, participou da criação da triplha musical para a peça teatral “A Torre em Concurso” montada pelo Curso livre de Teatro do SESC – Casa do Comércio com direção de Ramón Reverendo.

Em 2002 forma com Geysa Maiana e Bruno Maiky o grupo MB3 (Música Brasileira a 3) com o qual se apresentou em diversos bares de Salvador e cuja experiência foi o embrião para o nascimento, em 2006, de seu atual trabalho musical: a banda Coro de Cor. Nesta, Armando Lui atua como baixista, vocalista e compositor.

Em parceria com Bruno Maiky, produziu o CD Divulgação da Coro de Cor (2007) e o primeiro CD autoral do grupo intitulado “Singularidades” no qual assina 12 das 14 canções do álbum.

Teve composições premiadas em festivais como o Festival de Música da Educadora FM, Festival de Música dos Bancários da Bahia, Festival de Música de Taubaté-SP dentre outros.

Em 2013, participou do Curso de Qualificação Musical da Fundação Cultural do Estado da Bahia-FUNCEB para o qual foi selecionado.

coro da cor
Sertão Meu
Coro de Cor
coro da cor
Reafinar
Coro de Cor

Joseilton Ferreira do Nascimento

Contato: estirandocordel@gmail.com

Joseilton Ferreira do Nascimento, repentista e músico.
Participa com outros artistas e agitadores culturais de sarais, festivais em busca desse contato com as pessoas, apropriando-se de nossa cultura, divulgando e fazerndo-a circular para o seu desenvolvimento e possibilidades.

cultural varal de cordel
Segura o Coco
Cultural Varal de Cordel

Daniela Tourinho Alves

Contato: daniela_tourinho@yahoo.com.br

Dentre as conquistas na carreira solo, destacam-se as aberturas de shows de artistas como Flávio Venturini por duas vezes – dentro do projeto Encontros Nova Brasil FM -, Vander Lee, também em dois shows do artista, onde cantou para mais de 3.500 pessoas que ovacionaram sua apresentação. Participou também do show de lançamento do projeto “Boa Tarde, Boa Música”, onde dividiu o palco com as cantoras Maria Gadú e Isabella Taviani.

Em 2010 foi convidada a participar da campanha de âmbito nacional da Natura Musical. Sua imagem foi veiculada nos maiores jornais e revistas do país, ao lado de artistas como Carlinhos Brown, Vanessa da Mata, Dona Ivone Lara, Cidadão Instigado e Marcelo Jeneci. Em 2012 sua composição “À Vontade” foi gravada pela cantora Andréa Costalima no CD “Sua Presença” e foi a escolhida para gravação de um do clipe de divulgação.

Atualmente Daniela Tourinho reside em Salvador e vem colecionando elogios por todas as cidades por onde o seu show tem passado. A sua postura marcante como cantora, compositora e musicista impressiona um público que, hoje, pode finalmente curtir o seu CD estreia, intitulado Primeiro Plano. O CD conta com 10 canções inéditas sendo 6 composições próprias 4 de outros parceiros musicais da Bahia.

daniela tourinho
Macaco Velho
Daniela Tourinho
daniela tourinho
Midas
Daniela Tourinho
daniela tourinho
Mal De Amor
Daniela Tourinho

Marcos Danilo Lima Fonseca

Contato: mdfonseca07@gmail.com

Danilo Fonseca, cantor, compositor e multi instrumentista, foi indicado ao prêmio Caymmi de Música ano 2015, nas categorias melhor canção e melhor intérprete vocal, com a canção de sua autoria, intitulada “Jangadeiro”. Foi selecionado na Mostra Sesc de música ano 2013, com a canção de sua autoria, intitulada “Baião D’alma”. Recentemente, uma canção de sua autoria, intitulada “Transe”, em parceria com a multi artista Adriana Gabriela, foi selecionada para compor o CD do projeto “Coletivo Plugado na Rede” lançado em abril de 2016.
Nos anos de 2014 e 2015 apresentou seu show, “Caxo Sonoro”, contemplando o público com suas composições, bem como, de outros compositores baianos, com inúmeros convidados, em teatros e casas de show de Salvador.

danilo fonseca
Jangadeiro
Danilo Fonseca
danilo fonseca
Batuque de Cores
Danilo Fonseca
danilo fonseca
Transe
Danilo Fonseca

Eduardo Luiz de Paula Vieira

Contato: contatodutxai@gmail.com

Du Txai – Cantor, compositor e multi-instrumentista, influenciado pelos Beatles, Chuck Berry, Jimi Hendrix e Keith Richards, Du Txai traz em suas canções um pouco sotaque destes artistas misturado à poesia e a pluralidade da música brasileira. Atualmente encontra-se em gravação de canções inéditas, sob produção musical de André T, em Salvador-BA. Integra a formação atual da banda Cascadura desde janeiro de 2011, além de outros trabalhos como: Rock Forever (cover dos Beatles); Nganga (afrobeat) e Serpentina Eletric City (música baiana autoral).
Com 21 anos de carreira completos em 2015, Du Txai é natural de Linhares, no estado do Espírito Santo, e criado em Porto Seguro. Já passou por cidades como Curitiba e São Paulo com diversos trabalhos, até fixar residência em Salvador. Na capital baiana desde 2005, já tocou com diversos artistas atuantes na cena como: Messias Bandeira, Rebeca Matta, Jô Estrada, André T, Jajá Cardoso, Letieres Leite, Carlinhos Brown, Preta Gil, entre outros.

Du Txai
Segredo
Du Txai & Os Indizíveis
Du Txai
O Mergulho
Du Txai & Os Indizíveis
Du Txai
As Calçadas
Du Txai & Os Indizíveis

Emilio Pinto Cunha

Contato: abbeyroots@gmail.com

Cantor e Compositor, nascido em Salvador capital da Bahia. Com influencias musical desde pequeno, herdando um pouco do seu avô materno. Começou a tocar na adolescência inspirado pelas bandas de rock da época e bebendo na fonte dos anos 60, 70 e 80. Seguindo com os estudos e experimentos da musica busca fundir a musica de cultura nordestina com a musica pop mundial. Gravou os cds Groove na Bolacha em 2006 e Doces e Travessuras de 2009 e agora prepara um novo projeto intitulado de Hibrido.

emilio cunha
Barra Grande
Emilio Cunha

Fábio Eduardo Santos Haendel

Contato: fabiohaendel@gmail.com

Fábio Haendel é um artista múltiplo, originalmente das artes plásticas, formado pela escola de Belas Artes da UFBA, com experiência nas áreas de ilustração, design, animação e arte-educação. Filho do músico instrumentista Willy Haendel, tem em suas raízes o gosto pela música e, movido pelas criações de Bob Dylan, também se tornou cantor e compositor, participando de diversos festivais e eventos universitários. Possui mais de 70 composições dois Cds gravados,”O Dono do Tempo”, de 2008 e “Nuvens”. de 2014. Em 2012, junto com Kátia Borges, Mariana Paiva, Nilson Galvão e Lígia Benigno criou o Sarau “Prosa e Poesia” e desde então vem aprofundando-se na pesquisa literária.

Fábio Haendel toca acompanhado da sua banda, formada pelos músicos Henrique Duarte (baixo), Estevam Dantas (piano e acordeon), Lucas Dinis (guitarra), Pedro Dantas (bateria), Willy Haendel (bandolim e violão clássico) e Saulo Tacio (percussão), ao longo da carreira apresentaram-se em importantes casas como o 30 Segundos Bar (BA), Bar Balcão (BA), Café e Cognac (BA), Odeon Sabor e Arte (MA), Portela Café (BA), Sagarana Café-Teatro(MG), Palacete das Artes (BA), Casa de Tereza Arte, Gastronomia e Cultura (BA), Amsterdam music pub (MA), Barulhinho Bom (MA), Visca Sabor e Arte (BA), Teatro Eva Herz (BA), Teatro do ICBA (BA), entre outros. Como resultado da pesquisa sobre a relação da poesia com a música durante esses quase dois anos de Sarau “Prosa e Poesia” criou o show poético “Nuvens”, com músicas e poesias autorais, músicas em parceria com escritores e poetas convidados.

Foi selecionado esse ano para participar de duas antologias poéticas: editora Cogito e Sarau da Onça. Atualmente está finalizando o livro de poesias e ilustrações “Antes das Nuvens”. Realiza atividades e projetos com poetas/escritores baianos e com o coletivo Mutum (artes integradas).

Parceiros nas composições e na interpretação:
Mariana Paiva- “Poemas Sonhados”
Escritora e jornalista, Mariana Paiva estreou na literatura com Barroca (2011), publicado pela Coleção Cartas Bahianas da P55 Edições. O livro é um passeio entre a prosa e a poesia, e tem apresentação assinada pela escritora Mabel Velloso. Mariana é uma das organizadoras do Sarau Prosa e Poesia, que há dois anos movimenta a cena literária de Salvador, e já apresentou convidados como Chacal, Ricardo Aleixo, João Paulo Cuenca e Carlos Prazeres, maestro da Orquestra Sinfônica da Bahia.
Lançou este ano o livro Lavanda Coleção Poiese da editora Kalango, ainda em 2014 Mariana lançará Olho da Rua, livro de microcontos que sai pela editora carioca Penalux, e um outro livro pela Coleção Cartas Bahianas, da P55 Edições. Atualmente, ela trabalha na biografia do poeta baiano Damário Dacruz, falecido em 2010.

Nilson Galvão- “Sábios Blues” e “Curta Metragem”
Nílson Galvão é poeta e jornalista. Tem dois livros publicados, “Caixa Preta” e “Ocidente”, ambos pela coleção Cartas Bahianas, da Editora P55. Neles, exercita uma poesia que busca dialogar com as estranhezas do cotidiano. Em 2009, foi menção honrosa no Prêmio de Arte e Cultura do Banco Capital. Publica seus poemas no Facebook e no blog Blag (nilsonpedro.wordpress.com), e integra o Sarau Prosa e Poesia. É mestrando em Comunicação e Política pela Universidade Federal da Bahia, e especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental no Governo da Bahia, onde atua como profissional de comunicação.

Kátia Borges- “Beleza Moça”
Kátia Borges é escritora e jornalista. Publicou os livros de poesia “De volta à caixa de abelhas” (2002, Selo As Letras da Bahia), “Uma Balada para Janis” (2010, Edições P55) e “Ticket Zen” (2011, Escrituras) e, de prosa, “Escorpião Amarelo” (2012, Edições P55). Seus poemas foram publicados ainda nas coletâneas, “Sete Cantares de Amigos”, “Concerto Lírico para 15 vozes”, “Roteiro da Poesia Brasileira – Anos 2000? e Traversée d’Océans – Voix poétiques de Bretagne et de Bahia, edição bilíngue organizada por Dominique Stoenesco.

Cantora convidada (dueto na música Poemas Sonhados): Illy Gouveia
A cantora Illy Gouveia, nascida e criada na cidade de Salvador, tem 27
anos e pelo menos há 8 anos escolheu o caminho da música para trilhar.
Estudou canto na Oficina de Música da Universidade Federal, e na Escola
Baiana de Canto Popular. Integrou-se ao grupo Samba Dibanda, dividindo
palco com grandes nomes como: Seu Jorge, Mart’nália, Neguinho da Beija
Flor, Dih Ribeiro, entres outros. Participou de trilha sonora de diversas
peças infantis e recentemente deu início a sua carreira solo com um lindo
projeto em homenagem ao centenário de Dorival Caymmi. Segue com suas apresentações até final do ano interpretando canções do mestre, e em estúdio, Illy, grava o seu primeiro disco solo com canções inéditas sem data prevista para lançar.

Fabio_Haendel
Poemas Sonhados
Fábio Haendel
Fabio_Haendel
Vestir Despir
Fábio Haendel
Fabio_Haendel
Morro Do Submundo
Fábio Haendel

José Bonifácio do Amparo Sobrinho

Contato: falsosmodernos@gmail.com

Falsos Modernos
Sanguessuga
Falsos Modernos
Falsos Modernos
Pra Mais
Falsos Modernos
Falsos Modernos
Adeus Zaratustra
Falsos Modernos